Sábado, 25 de Outubro de 2008

O PICEL VAI DESLISANDO

                                                         RECRIAR IMAGENS

 

Quase todos os dias me vem algo á ideia.

Pego numa folha de agua e com o pincel vou adicionando tinta aos poucos se vai formando não duas nem três cor.

Começa aparecer dezenas de cores por onde eu entro.

Aos poucos lhe vou dando forma tanto parece o mar imenso como a montanha ou uma floresta.

Não gosto muito de pintar cara pois seus rostos ficam gravados na minha mente e dai não posso saltar para outra margem.

Ao criar uma forma a vou retocado me vou envolvendo até que a deixo secar.

Fica algum tempo a secar e só mais tarde é que eu volto a mexer na imagem.

 

Na noite passada voltei a sonhar.

Aonde me voltam aparecer o banco de jardim.

Aonde nós os dois saboreamos as castanhas e continuamos a comentar as nossas histórias.

Teu rosto era tão perefeito mais bonito que nunca acredita.

Eram risos risos e mais risos nunca na vida nos tinha-mos divertido tanto.

 

Para ti minha Dharmata.

Eu quero me me ajudes a realizar o sonho aquele sonho pois sozinho será uma longa jornada.

Sonho falado aonde tudo é possivel desde o nada até ter tudo.

Eu tudo tentei para ser o teu melhor amigo e ainda hoje luto por isso.

POR ISSO HOJE TE OFEREÇO O MEU 381

antoniofernando07 às 11:49
link do post | comentar
Sexta-feira, 24 de Outubro de 2008

TROPA EM LISBOA

 

                                                          NOS RESTAURADORES

 

Quem não foi á tropa obrigatória não sabe bem o que foi a tropa.

No meu tempo faz muitos anos foi obrigado a ir á tropa.

Tinha uma namorada na minha cidade, mas o tempo de ir de fim de semana não dava.

Porque se gastava muito tempo a ir de comboio.

Por isso decidi ficar um dia em Lisboa sabado para domingo.

Como não tinha nada que fazer decidi ir dár uma volta pelos restauradores.

Foi ao cinema e tinha ido cortar o cabelo e estava á espera para fazer horas para o jantar.

Me sentei num banco do jardim.

 

Passado algum tempo um tipo me pediu licença para se sentar.

Eu assedi que sim não haveria problemas um homem se sentar ao meu lado.

Boa tarde diz ele e eu respondi boa tarde.

Diz ele eu conheço-o.

Eu probabelmente porque eu andava muitas vezes á boleia quando os comboios entravam em greve.

Conversamos de coisas da tropa e como era dificil chegar á minha cidade.

Convido-o a vir jantar comigo aceita?

Eu a pensar para mim porque não?

Lá fomos nós até ao parque de diversão aonde tinha carroceis tabernas e carrinhos de choque era mesmoum parque de diversão aonde nada faltava.

Via-se desde crianças até pessoas idosas na sua diversão constante.

Eu por meu lado lá ia conversando com algém que tinha conhecido á meia hora a tráz.

Paramos numa taberna e pedimos feveras e o caldo verde juntamente com um bom vinho.

Passadas duas horas de tanta conversa resolvi ir embora porque já se estava a ficar tarde para poder apanhar o comboio para entrar no quartel.

Ele se prontificou a me levar ao Rossio para ir para a estaçâo,mas ouve um pormenor.

Eu tinha o meu blosão na mala do carro escondido por causa dos roubos a carros.

Ele começou a andar ás voltas pelo centro e eu já estava a ficar cansado de tantas voltas e num tom mais arrujado lhe disse .

Hei eu quero que pares aqui pois me quero ir embora está bem?

Diz ele espera um pouco e secalhar não vais precisar de ir hoje para o quartel.

Eu pensativo nunca me tinha visto numa situação igual.

Como logica respeitei alguém que me tinha convidado para lhe fazer um pouco de companhia.

Quando pára o carro Na Praça do Comercio defente ao tejo começa a poisar a sua mão direita na minha perna e eu não tinha gostado nada da atitude e comecei a ficar um pouco maiis preocupado.

Ele olha para os meus olhos e diz.

Gostava de passar a noite contigo num hotel e assim ficavas até amanha em Lisboa e depois ias embora.Queres pergunta-me ele novamente.

Eu já estava a ficar mesmo irritado com tanta conversa.

Se tivesse o casaco na minha mão já me teria posto nas alhetas.

Aguardei paciêntemente até que ponto queria ele chegar.

Quando nos dirigimos para o hotel ele estava todo contente e até assobiava e volta e meia lá vinha ele com a mão.

Eu nunca tinha passado por semelhante situação porque sou homem e outro homem atira-se a mim ainda pior.

Eu sou heterosexual gosto muito de mulheres e estava este alfacinha a alterar e a por em causa a minha dignidade.

Apeteceu-me mandar-lhe um murro, mas porra ele não tinha feito mais senão um engate.

Estacionou o carro não muito longe do hotel e foi fazer uma reserva.Dixei-o ir e quando veio ao carro foi á mala e peguei no blosão pois ele tinha-me custado uma pequena fortuna e muitos dias de trabalho.

e lá fomos nós para o hotel quando chego a meio do trajecto digo-lhe eu.

Esqueceste-te de fechar o carro.

Talvez não,mas pelo sim pelo não vai lá ver se realmente está fechado.

Quando chego ao carro lhe grito alto vai para o caralho pois eu não gosto de fazer sexo com homens.

Virei-lhe as costa e ele a gritar não te vás embora fica aqui até amanhâ.

 

Como era eu ignorante no meu tempo de tropa,mas aprendi a lição.

Respeito e sempre respeitei as horientações sexuais.

Cada um come daquilo que gosta e se sente bem.

Entrei no comboio e só pensava na minha cidade e na minha namorada.

 

 

 

NAQUELE TEMPO 0 381 NÃO ERA  MUITO ESPERTO

 

 

antoniofernando07 às 21:25
link do post | comentar

UMA TARDE

 

                                                      NO RESTAURANTE

 

Estava um dia bonito e eu cansado de tanto trabalhar do dia anterior.

Hoje me levantei com outra disposição.

Foi visitar alguns amigos e não é que por mero acaso encontro uma menina ao meu jeito.

Era linda.

Bom dia disse eu.

Ela me retribui-o com um simples sorriso.

No dia a seguir a vi novamente e voltei a comprimentar.

Então nesse mesmo minuto ela se apresentou.

Me tinha contado que era universitária e que estava acabar o seu curso.

Dias mais tarde a convidei para ir a qualquer lado.

Ela me diz que sim com um sorriso muito amigavel.

Seus olhos brilhavam de alegria.

Naquele momento me apetecia a beijar.

E disfareçada-me desviei os pensamentos para outro lado.

E assim ficou marcado o encontro.

A levei a almoçar a um dos restaurantes mais xiques da cidade e como levava a minha maquina fotográfica fomos tirando algumas fotos.

Fotos essas que ainda hoje guardo com muito carinho.

Compreendi que não podia fazer algo de mal a essa menina.

Ficamos amigos e todos os dias ao passar por mim eu lhe dizia bom dia.

Meses mais tarde a encontrei por mero acaso na cidade aonde vivia.

A evitei por se encontrar com outras amigas e nunca lhe destrui o caminho que queria seguir.

Mais tarde soube que se tinha casado e era uma mulher feliz..

 

BEM DITA A TARDE QUE 381 PASSOU

 

antoniofernando07 às 16:24
link do post | comentar

A BOA VONTADE

 

                                                               SER FELIZ

 

Sabendo que podiria ajudar os meus amigos assim me deixei ir.

Acreditei que a poderia ajudar não comdinheiro,mas sim com boas palavras educação entendimento paixão amor carinho e um sem fim de palavras que lhe podessem tocar no coração.

Ainda hoje acredito que a ajudei porque sua forma de ver se alterou para melhor.

Quem sou eu para poder falar assim?

Eu não sou ninguém,mas não deixo de ser aquele que muito por ti lutou.

Te falo de amor te falo de algo inconstante que se atravessou na minha vida.

Não sou mais que eu mesmo e sendo assim te jurei que a tua a minha a vida dos outros iria mudar.

Tudo está ao teu alcanse tudo está a teus pés tudo está no teu cerebro tu és um tôdo.

Não me envergonho não me sinto arrependido não te trai o mais importante para mim é que sejas feliz.

Ser feliz é um todo.

Por todo o lado por onde passas nem tudo é aquilo que tu pensas.

As castanhas as visitas aos museus os passeios tudo passou senão de um sonho.

Sonho esse que poderia ter-se concretizado eu sei aonde te perdi.

Te perdi porque falei de ti. Não conseguiria agoentar sozinho tinha que falar com alguém para poder aliviar todos os meus pensamentos.

Não deixei de te amar só porque tu me deixas-te de falar.

Todo o meu tempo, não foi em vão todo o meu tempo, foi algo em que eu te dei a minha alma o meu amor a minha dor o meu sentimento te dei tudo e mesmo assim o rejeitás-te.

Será que a vida te poderá dar novas oportunidades?

Eu penso que sim e com a minha experiência te falei te guiei te encaminhei te implorei mesmo assim não me deste ouvidos,mas não faz mal a vida é assim mesmo.

Eu sei como a vida é e sei muito bem como as coisas funcionam perante sertas e determinadas situações.

Não me queres como amigo porque pensas que sou parvalhão.

Não o sou porque sempre soube falar contigo e me aceitas-te como sou.

 

Não penses que quero ser melhor que tu.

Quero que sejas melhor que e só assim ficarei tranquilo na minha toca com o meu 381.

 

TE AMO E TU SABES BEM DISSO E TU DIZES NÃO CHEGAS AOS MEUS PÉS

 

 

 

 

 

antoniofernando07 às 11:13
link do post | comentar
Quinta-feira, 23 de Outubro de 2008

A DOR DE AMAR

                                                        APAIXONADO

 

Suzy, era uma mulher em que eu não poderia esquecer,

Foi ela que me deu mais alegria e animo para viver e assim se passou o tempo.

Tempo esse que não foi fácil esquecer.

Não me poderia limitar a brincar porque todo o ser humano tem sentimentos.

Todo o ser humano gosta de amar e ser amado.

Mais tarde cheguei há conclusão que não se podia confiar nos próprios amigos.

E assim se perdeu mais uma batalha.

Não ouve guerra,mas como bom guerreiro me retirei para a minha toca.

E nela tive todo o tempo do mundo para poder ver aquilo que não via estava cego DE AMOR.

Não queria ver nem ouvir o que se passava lá fora.

Só queria estar em paz com a minha consciência.

Por isso assim falo, sem medos porque foi eu que as senti foi eu que sofri.

Porque eu como qualquer ser humano tem o seu direito de se exprimir.

 

QUANDO SE APAIXONA

QUANDO SE LUTA

QUANDO SE DESEJA

QUANDO SE QUER

E NÃO SE CONSEGUE

NADA MAIS HÁ

DO QUE A PRÓPRIA DOR

DOR TÃO AMARGA

DE NÃO SE VENCER

A PRÓPRIA DOR

DO NOSSO AMOR

QUE GUARDAMOS  DENTRO DO NOSSO CORAÇÃO

PARA O RESTO DOS NOSSOS DIAS

ATÉ QUE UM DIA SE POSSA VENCER

A DOR DO NOSSO AMOR

 

AGORA O MEU 381 ESTÁ A CHORAR PELO 512

E ESPERA PACIENTEMENTE COMO UM GUERREIRO

antoniofernando07 às 10:52
link do post | comentar
Quarta-feira, 22 de Outubro de 2008

ACIDENTE

 

                                                               A SORTE

É um pouco complicado quando se fala em acidentes.

Quando nos acontecem a nós mesmos é dificil explicar.

Faz alguns anos tive um acidente que só por milagre sai vivo.

Despistei-me com um carro e foi parar a uma ribanceira.

Tinha alguém ali naquele momento que me protegeu podem crer.

Ia eu a 30km hora.

A estrada estava escorregadia e puz o pé no travão e nunca mais segurei o carro.

Vira para a esquereda vira para a direira volta a virar para a esquerda e voei mais de 25metros.

O carro fez pelo ar uma volta de 380 graus e começou aos trambolhões e só uma oliveira com uma espessura muito pequena mo conseguiu parar.

Lá no fundo estava mais uma ladeira com a perfundidade de mais de 40 metros.

Meio a cambalear lá consegui sair do carro que estava de pernas para o ar.

Nem um simples arranhão e por acaso começou a juntar-se gente para ver o acidente.

Comentavam uns para os outros.

Quem ia lá dentro devia ter morrido e eu a olhar para aquelas pessoas.

Só me apetecia gritar,

Eu estou aqui vivo,mas calei-me e deixei que a maioria das pessoas se fossem embora para poder chamar um reboque.

Por isso tenho muito que agradecer por ainda hoje estar vivo.

 

Não são só as brincadeiras das namoradas e das amigas que conta o passado me ensinou a andar na estrada.

Hoje ainda gosto muito de carros porque tenho uma grande paixão pela velocidade.

 

 

MAIS UMA VEZ O 381 ESTEVE DO MEU LADO

 

 

antoniofernando07 às 15:59
link do post | comentar
Terça-feira, 21 de Outubro de 2008

BOAS RECORDAÇÕES

 

                                                          TEMPO ESTRANHO

 

Quando me lembro da forma como te conheci só consigo recordar coisas boas.

As más as guardarei no outro cantinho do meu coração.

Tu me fazes lembrar o meu passado tu fazes com que encar a realidade da vida de outra maneira de ver.

Poderei ter três vezes mais que a tua idade e para que conta a idade?

Para nada o que mais queremos é passar do sonho a realidadee assim se vive mais feliz nem que seja por um simples segundo.

Quem serei eu para te enganar?

Desde que te conheci contino-o a ser o mesmo e assim consegui evoluir e dar mais um passo.

 

Eu quero que tu me ensines porque tens muito para me ensinar.

E eu muito para te explicar.

Não nunca te enganei nem te engano porque todas as minhas palavras são a minha consiência e a minha alma são um todo.

Podes te vingar podes fazer o que quizeres,mas no meu ser me sinto tranquilo porque te amei de verdade.

Será que valerá amar alguém que só nos ama pela calada?

Agora só o tempo o dirá e limpará o velho caminho para poder ver se algum de nós foi enganado.

Me limitei a seguir um novo rumo e só assim consegui sair vencedor da minha própria vida.

 

Está a chover o tempo está noblado se está bem no meu retiro aonde encontro a minha realidade.

Não te fantasio porque não tenho razões para isso.

Não complico para que o caminho possa ficar desimpedido.

Acreditás-te na minha palavra e a palavra eu a mantenho.

 

VEM COMIGO DESCOBRIR O 381

 

antoniofernando07 às 14:37
link do post | comentar

LÁ FUI EU OUTRA VEZ

 

                                                       AI AI NET

 

Fui dar uma volta e comecei a andar andar e nem sei quantos km fiz.

Hoje fique lixado porque a net estava lenta de mais e depois pelo final não consegui entrar no mail.

Fechei o tasco e peguei no carro andei por vários lado que já não me lembrava lá estar..

Convidei uma pessoa conhecida e fomos dar umas voltas pelo sitio do costume por onde encontro o meu karma.

Quando chegamos a um certo ponto da montanha ali parei o carro.

Sai e comecei a enrrolar um cigarro para o poder saborear.

Ela tambem veio e me abraçou começou aos beijos num frenessim sem parar.

Mas como eu estava meio cansado nada fiz.

 

Saborei o cigarro a pensar em alguém foi o melhor prazer que eu tive.

 

Aprovei-tei para ver a minha estrela e pela calada lhe enviei um beijoo

 

TÁS A VER O QUE FAZES AO MEU 381 PÕES-ME AQUI A TER SONHOS DEPOIS NÃO CONSIGO  DORMIR

 

 

 

 

Eu e o meu 381 já vamos para a cama porque logo á muitas tarefas a fazer.

 

 

 

 

 

 

 

Só sei que ainda estou acordado e ainda não fui á cama

antoniofernando07 às 04:19
link do post | comentar
Segunda-feira, 20 de Outubro de 2008

O 512

 

                                                           A LATA 212 MEN

 

Como já disse gosto de pintar.

Um dia não tinha nada na mente ou tema para pintar.

Tenho aqui uma lata muito antiga de perfumes 212 men.

Comecei a olhar para os numeros e fiquei um pouco mais inspirado.

Ao pintar os numeros e com muita distracção me enganei no dois e puz um cinco.

No final quando reparei no cinco já não tinha voltas a dar porque os que está pintado já não se pode mexer.

Quando acabei o trabalho a pintura ficou com o numero 512 e por mero acaso assim ficou.

Vendo as sequencias do numero descobri que o 381 também é igual.

 

Desde ai e também por mero acaso alguém também usou o mesmo numero.

Por coincidencia gosto muito dela.

Nunca lhe expliquei e só um dia lho direi.

 

POR ISSO EU FALO  381 e no 512.

 

antoniofernando07 às 11:56
link do post | comentar
Domingo, 19 de Outubro de 2008

A VOLTA DO PRATO VOADOR

 

                                      VOA PRATO VOA

 

Os sonhos de menino felizmente já os vivi.

Já vivi uma vida muito dupla aonde os meus objectivos foram sempre alcanssados.

Não me gabo porque não tenho motivos para isso,mas que consegui consegui.

Lutei por eles e os defendi de corpo e alma não acreditas pois não

Não só por ti,mas agora cai mais na realidade.

 

Quando penso no prato e me lembro no dia em que o lancei algo me diz.

Estavas certo.

E quando falei com a namorada do porto naqueles tempos cada um seguiu o seu caminho.

Naqueles tempos estamos a falar de mais de vinte anos não de hoje.

 

Hoje o prato caiu em minhas mãos e não o deixei cair o segurei com as duas mãos tudo fazia parte do destino.

 

Nele como, porque foi nesse prato que eu pedi algo especial para o dia de amanhã.

 

Não preciso de nada

Porque do nada eu comecei

Foi assim que mais um passo dei

 

Não preciso de ir  ás putas, porque já tenho com quem fazer amor

Não preciso de nada mesmo nada, preciso de ti meu amor

 

No meu prato eu comida puz

No meu prato eu comerei

No meu prato assim te sabore-ei

 

Porque se gosto de viver

Algo mais que a vida me ensinou

 

Por isso mesmo se entra na vida de alguém e alguém na nossa.

É o destino das almas gemeas.

 

MESMO ASSIM O 381 SE ENQUADRA NO DESTINO

 

 

antoniofernando07 às 15:50
link do post | comentar

mais sobre mim

pesquisar

 

Outubro 2021

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

posts recentes

NO SENTIDO DE AMOR E PAIX...

AMAR O SONHO DA VIDA

MINHA ADORADA MÃE

MUNDO CONFUSO

SEJAM FELIZES COM O AMOR

NOVO DESCONFINAMENTO

SÓCRATES VAI A JULGAMENTO

UMA LUZ DE ESPERANÇA

UMA RESPOSTAEM CAMPO PELA...

BRAGA ELEITO O MELHOR DES...

últ. comentários

Boa tarde,o seu blog está em destaque nos Blogs do...
Tens toda a razão naquilo que dizes.Boa sorte para...
que assim seja
Olá AntónioAssim é que é falar para as mulheres
tem um feliz mes de maio
Quando sofremos dámos valor a toda a felicicidade,...
Adoro tudo o que escreves... mesmo quando escolhes...
Devemos definir o que é a nossa felicidade para en...
É bom lembrar, recordar...É péssimo exibir mulhere...
brush=pincel em inglês e não broche!e não se pronu...

arquivos

Outubro 2021

Setembro 2021

Agosto 2021

Julho 2021

Junho 2021

Maio 2021

Abril 2021

Março 2021

Fevereiro 2021

Janeiro 2021

Dezembro 2020

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

tags

69

acreditar

alma

almagemeaamor

amanha

amar

amar beleza coração

amar e ser amado

amar felecidade

amargura triste amor

amizade

amizadenãotempreço

amo-te

amor

amor ao luar

amor e paz

amor livre saude

amor sonhos desejos paz união

amorideiariqueza

amorsonho

ana

andar

aniversário amor carinho amizade

aprender

aprender meditar

arco-iris

aventura

avião

batalha

braga

broche

calendário

coisas

combinado

comparando amor

conquistas

dedicação

desejo

dia de reis

diadosnamorados

doi que se farta

é sempre assim

em harmonia

ésdosul

espelhomeu

esperança

estupidas

eu

eu aniverário lua vida

euamorbraga

falandocomalguém

fé no amanha

felecidade

felicidade

floresta

fordgt

foto especial

free

frio calor amor

futebol

gemea

gritar381

handjob

hugo daniel

ideia poema escrita

lar casamento

longepertorealinrreal

love

luar estrelas

maisemais

meditar

milhafre

minho

musicasuave

na noite de natal

natal xana

natureza

no

no amor

no céu

numeros

obrigação libertação

ofirnumatardedeinverno

osinaldomilhafre

paz

pensamento

perfume amor flor

pesca

petita de oiro

praia

prisão

promessa

realizado

respeito

the verne

uma causa

vaguear

vida

xana

todas as tags

subscrever feeds